Blindagem Automotiva

Blindagem automotiva: tire suas dúvidas sobre esse serviço

Segurança, conforto… São muitos os benefícios da blindagem automotiva, o que faz com que a procura por esse serviço cresça cada vez mais. No Brasil, a frota de blindados chega a quase 220 mil — a maior do mundo, segundo a Abrablin (Associação Brasileira de Blindagem). Mas, mesmo com a popularidade desse serviço por aqui, ainda há muitas dúvidas sobre ele.

Pensando nisso, reunimos os questionamentos mais frequentes quando o assunto é blindagem automotiva e esclarecemos cada um deles. Confira!

1. É possível baixar os vidros de um carro blindado?

Os vidros dianteiros podem ser baixados sempre que for preciso, como no caso de de pedágios. Mas é preciso lembrar que sua segurança depende do fato de que os vidros estejam fechados.

Já no caso dos vidros traseiros, é comum que sejam mantidos fixos. Contudo, algumas blindadoras disponibilizam a opção de poder movimentá-los, conforme solicitação do cliente.

2. Carros blindados fazem mais barulho?

Uma blindagem efetuada de forma precisa e cuidadosa não deixa o carro com barulhos indesejáveis. Na realidade, ela faz com que seu interior fique mais silencioso, uma vez que a proteção impede que os ruídos da rua sejam perceptíveis dentro dele.

3. Qualquer veículo pode ser blindado?

Teoricamente, qualquer veículo pode ser blindado. No entanto, há modelos em que a blindagem não é vantajosa, pois perdem muito em desempenho ou estabilidade ao receber essa proteção. É o caso dos carros com motor inferior a 1.6, que costumam apresentar dificuldade para suportar o peso adicional.

Por isso, se você está em dúvida se esse serviço é a opção ideal para o seu veículo, entre em contato com especialistas em blindagem e certifique-se de que vale a pena investir nele.

4. É possível blindar só uma parte do veículo?

Não. Afinal, além de não garantir a efetiva proteção dos ocupantes do veículo, essa opção não é permitida pelo Exército Brasileiro, órgão responsável pela autorização das blindagens. Além disso, o custo-benefício de blindar somente uma parte, como os vidros, não seria satisfatório.

5. Qual é o nível de blindagem mais recomendado?

O nível de blindagem mais utilizado é o III-A, que é quatro vezes mais resistente do que o nível I e apresenta o maior nível de proteção para civis. Com ele, seu veículo fica protegido contra tiros de armas de mão de todos os calibres. 

Esse nível — que é o padrão na Evolution Blindagens — também tem melhor aceitação no mercado, maior durabilidade e menor índice de manutenção. Ele pode ser utilizado em diversos tipos de veículos e sua agressão à estrutura é muito baixa, garantindo a integridade dos componentes de seu carro.

6. É possível blindar um carro com teto solar?

Sim, desde que o nível de proteção no teto seja o mesmo do restante do veículo e ele fique fixo, ou seja, não possa mais ser aberto. Essas regras foram determinadas pelo Exército Brasileiro em uma portaria publicada em 2017, tendo como objetivo aumentar a segurança dos ocupantes desse tipo de carro.

A blindagem automotiva tem tido uma procura crescente no País, motivada pelo altos índices de criminalidade. Trata-se de uma proteção eficiente para quem deseja dirigir com segurança. Mas, para que esse serviço se traduza em tranquilidade para você e sua família, deve ser realizado com uma equipe especializada, que saiba esclarecer todos os seus questionamentos.

Agora que você já conhece as respostas para as principais perguntas relacionadas à blindagem automotiva, que tal aproveitar este espaço para esclarecer suas dúvidas? Deixe seu comentário!

Post criado 42

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo